top of page

PUBLICIDADE

INTEGRAR SEU PEDIDOS AO GOOGLE ISSO EXISTE


Imagem: Canal JV-TV


Nesta quinta-feira (12) o Jornal do Vidro realizou mais uma live, na JV-TV, e também no youtube, às 20h, apresentado por Rodrigo Sandim, com comentários de Giuliano Alcantara, o convidado foi o CEO e fundador da empresa de Curitiba-PR, Sym Softwares, Luciano Reis, para debater sobre a possibilidade de integrar seus pedidos ao google.



Antes do debate, foram repassadas as principais notícias do mercado alumínio-vidreiro, e do segmento de energia solar fotovoltaica, que trouxe dados relevantes, mudanças na gestão de fabricantes, certificados conquistados, feiras, eventos, mudanças políticas em ministérios, incentivos financeiros para projetos solares, e outras questões. Para saber mais, acesse os sites: https://www.jornaldovidro.com.br/ , https://www.jornalfotovoltaico.com/ .


O CEO da empresa de sistemas, começou destacando que não há um padrão em processos de pedidos nas empresas no mercado. Para ele, é importante ter um ciclo de pedidos “Se internamente a gente não consegue acompanhar esse pedido, significa que ainda não está na hora da gente fornecer ele para o consumidor. Arrumamos primeiro a nossa casa, para depois mostrar para os consumidores”.


Reis contou histórias em que viveu, na quais os processos não eram definidos, e o pedido saiu de maneira equivocada. Porém, ele acredita que, nesses 4 anos em que a empresa existe, é notável que os clientes querem mudar, em alguns casos aprendendo a usar antes mesmo do treinamento, por exemplo através de aplicativos. “É bacana a gente acompanhar essa evolução no nosso segmento, eu acredito que a gente está em uma evolução, nessa questão de processos e acompanhamentos de pedidos”.



Luciano Reis também destacou, que o google aliado aos sistemas, também auxilia não só no acompanhamento, mas por exemplo, verificar datas comemorativas na região de destino, e assim, o fornecedor faz contato com seu cliente, para saber se estará aberto na data em questão. “O google hoje é 100% integrado nas nossas soluções”.


Comments


Você também pode gostar de ler sobre:

bottom of page