© 2019 Todos os Direitos reservados ao Jornal do Vidro. Produzido por Agência GUIAX

1/2

PUBLICIDADE

8 erros mais comuns cometidos por vidraceiros

                                                                                                          Imagem: Arquivo Jornal do Vidro

 

Trouxemos 8 erros mais comuns que os profissionais do vidro costumam cometer, fique ligado para não cometer também!

 

1. Falta de cuidado no transporte do vidro

 

Todo vidraceiro é ciente de que o vidro é um material muito delicado, podendo quebrar facilmente, ainda mais quando o transporte não é feito adequadamente. O transporte deve ser feito com o auxílio de suportes para evitar a quebra, pois evitará possíveis transtornos;

 

2. Ventosas inadequadas

 

As ventosas são acessórios essenciais para o manuseio do vidro, e uma de nossas dicas é sempre verificar a capacidade do acessório e, de preferência, sempre ter ventosas de diferentes capacidades;

 

3. Falta de proteção no manuseio do vidro

 

É sempre importante que as bordas do vidro sejam sempre protegidas por papelão para evitar possíveis lascas e/ou quebras. Essa é uma dica muito simples, mas também muito valiosa, pois faz toda a diferença;

 

4. Ferragens não apropriadas

 

Toda instalação requer um tipo específico de ferragem, e quando não se tem a ferragem durante o serviço, pode vir a comprometer todo o andamento da obra, por isso é sempre importante conferir qual será o serviço para ir com as ferramentas corretas.

 

5. Ferramentas de baixa qualidade

 

Para uma boa execução do trabalho, é necessário que as ferramentas usadas também sejam de uma boa qualidade para não sair com prejuízos com algum imprevisto que possa acontecer.

 

6. Não saber a característica de cada vidro

 

Durante o serviço, provavelmente o cliente vai ter curiosidade do porquê tal vidro está sendo usado, para que ele serve e suas características, por isso é importante saber com qual material você está trabalhando, pois facilitará na hora da explicação.

 

7. Não ter acessórios de proteção

 

A segurança deve estra sempre em primeiro lugar, por isso a importância do uso de acessórios de segurança como luvas, óculos e capacete. O uso de luvas e botas é o essencial, pois caso o vidro quebre durante a instalação o vidraceiro não correrá risco de se machucar.

 

8. Não deixar um espaço de folga

 

É muito importante deixar um espaço de folga para o vidro, pois as ferragens se expandem de acordo com a variação de temperatura e se não houver esse espaço o vidro pode vir a quebrar.

 

É sempre bom ficar alerta para não deixar nenhum detalhe passar!

Please reload

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

METTALLFLECK..png
METTALLFLECK..png

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

KING..png

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

ANTALUM..png

PUBLICIDADE

union.png

PUBLICIDADE

INOX PAR.png

PUBLICIDADE

ALIANCA ALUMINIOS[.png

Você também pode gostar de ler sobre:

Ascevi intermédia palestra na I Semana das Engenharias em Palhoça SC para 60 estudantes de Arquitetu...

12/09/2017

Empresas italianas mostram novidades da indústria vidreira durante a Glass South America

08/06/2016

Saiba por que você não pode perder a GLASS SOUTH AMERICA

03/06/2016

USP São Carlos desenvolve vidro que muda de cor e pode camuflar objetos

01/06/2016

Níveis de blindagem automotiva

25/05/2016

Governo sinaliza irregularidade em exportações de vidros automotivos

13/05/2016

Vidro Serigrafado: Instrumento elementar ou primordial?

11/05/2016

Você conhece o Vidro Low-e?

12/02/2016

1/1
Please reload