© 2019 Todos os Direitos reservados ao Jornal do Vidro. Produzido por Agência GUIAX

1/2

PUBLICIDADE

Piso de vidro

 

                                                                           Imagem: Dalillymail by Jornal do Vidro

 

O piso de vidro já deixou de ser um material utilizado somente em ambientes empresariais e comerciais e se tornou comum também em residências. Esse tipo de vidro permite mais claridade no cômodo, deixando a luz passar de um pavimento para o outro, dando a oportunidade de aproveitar a luz natural durante o dia. 

 

É comum as pessoas se sentirem inseguras ao andar sobre um piso de vidro, pois sentem medo de uma possível quebra. Contudo, as novas tecnologias tornaram esse recurso algo muito seguro se for instalado forma correta e é facilmente encontrado nas diversas vidraçarias do país.

 

Tipo de vidro indicado

 

O vidro laminado é o único indicado para esse tipo de serviço. Pode-se também fazer a têmpera no vidro laminado, tornando-o temperado e ainda mais seguro.  

 

 

Espessura ideal do vidro

 

A espessura deve ser de acordo com o cálculo de peso que será colocado sobre ele e a quantidade de placas de vidro unidas. A espessura mínima é de 20 mm, ou seja, duas placas de 10 mm unidas.

 

 

De acordo com as normas internacionais, quando unidas duas lâminas, uma delas deve servir de sustentação e a outra de reforço. No caso de três, duas são para sustentar o peso e a outra para a garantia e, em caso de quebra os cacos permanecem presos a essa camada.

 

 

Norma de especificação

 

A NBR (Norma Brasileira) foi fundada para especificar os detalhes para a instalação de vidros, inclusive para os pisos. Nela é possível encontrar o cálculo correto para a espessura indicada a partir das medidas da peça. Para fazer uma simulação é preciso ter fotos do vão, as dimensões do vidro e onde será feita a aplicação. É importante ressaltar que essa simulação avalia somente casos em que o vidro será disposto por todo o perímetro.

 

 

Preço do m² do vidro para o piso

 

O mais indicado é passar a medida das peças para uma vidraçaria de confiança para que eles façam esse cálculo. O preço costuma variar bastante de região para região, por isso faça uma busca primeiro entre várias vidraçarias, mas quanto mais placas e maior elas forem, mas alto será o custo.

 

Apesar de ter se tornado um piso muito mais acessível, seu custo ainda é elevado comparado a um revestimento cerâmico, por exemplo. Além do custo de produção, instalação e limpeza.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

seção:

Please reload

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

METTALLFLECK..png
METTALLFLECK..png

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

KING..png

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

ANTALUM..png

PUBLICIDADE

union.png

PUBLICIDADE

INOX PAR.png

Você também pode gostar de ler sobre:

Você conhece o Vidro Low-e?

13/01/2020

Ascevi intermédia palestra na I Semana das Engenharias em Palhoça SC para 60 estudantes de Arquitetu...

12/09/2017

Empresas italianas mostram novidades da indústria vidreira durante a Glass South America

08/06/2016

Saiba por que você não pode perder a GLASS SOUTH AMERICA

03/06/2016

USP São Carlos desenvolve vidro que muda de cor e pode camuflar objetos

01/06/2016

Níveis de blindagem automotiva

25/05/2016

Governo sinaliza irregularidade em exportações de vidros automotivos

13/05/2016

Vidro Serigrafado: Instrumento elementar ou primordial?

11/05/2016

1/1
Please reload