© 2019 Todos os Direitos reservados ao Jornal do Vidro. Produzido por Agência GUIAX

1/2

PUBLICIDADE

“Willow Glass” o vidro flexível

                                                                                                                                Imagem: Corning.com

 

O Willow Glass, desenvolvido pela Corning (empresa americana fabricante de vidros), é uma tela de vidro flexível que, apesar da sua maleabilidade, não deixa a desejar na sua resistência. Esse vidro tem a aparência de um plástico grosso, mas é fino e translúcido.

 

A fabricante apresentou a novidade ao mercado em 2012, porém ainda enfrenta alguns desafios em relação a sua utilização. A pouco tempo foi desenvolvido o conceito de smartphones e tablets dobráveis, reforçando a ideia da utilização do Willow Glass para outras tecnologias.

 

Contraste: fino e resistente

 

Uma versão interior ao Willow Glass, Gorilla Glass, também era reconhecido pela sua grande durabilidade, e ao que tudo indica o novo modelo também se destaca nesse quesito. O diferencial é a nova espessura: o Willow é um terço mais fino que o Gorilla Glass, o que o torna ainda mais maleável.

 

Desvantagem

 

Por mais que seja uma ideia boa e que revolucionaria muitas áreas da tecnologia, se trata de um investimento caro e que em grande escala traria custos excessivos para os clientes.   

 

 “Willow pode ser um avanço sem sentido se a Corning não descobrir um modo de fabricar isso em grandes quantidades — e de um jeito que os clientes poderiam usá-lo em suas próprias linhas de produção”, afirma uma reportagem do Technology Review, site do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), dos EUA.

 

                                                                                                                                Imagem: Corning.com

 

Processo de produção

 

Terry Ott, pesquisador da Corning, revelou que a produção da tela produzia muito desperdício e que seu objetivo era descobrir uma maneira de reduzir essa perda. Em setembro de 2011 ele conseguiu mudar a forma de produção e atingir seu objetivo.

 

Anteriormente as telas eram produzidas em painéis e depois cortadas no tamanho correto para a utilização. A fim de tornar a produção mais viável, era necessário um espaço para abrigar tiras grandes, aproximadamente do tamanho de três campos de futebol.

 

O toque final que o vidro do futuro precisava veio do passado: foram instaladas máquinas parecidas com as de impressão de jornais, com rolos nos quais o material poderia ser colocado. Esse método conseguiu evitar a perda de material na hora do corte, se tornando melhor em que a produção de painéis em relação ao custo benefício.

 

O Willow Glass é feito a partir de um processo de fusão aonde o vidro é fundido a uma alta temperatura e despejado em uma forma no momento certo, solidificando no fundo. A partir daí é possível manipular o material até se tornar uma folha pronta para o corte.

 

Quando o Willow Glass fica pronto, ele é rodado em prensas que garantem a integridade do material. O vidro não encosta nos rolos, pois conta com uma proteção nas bordas que o fazem manter uma distância segura entre o rolo e o produto, evitando qualquer tipo de dano.

 

Willow Glass no mercado atual

 

Em 2018, a marca desconhecida Royole lançou no mercado o primeiro celular dobrável do mundo, chamado FlexPai. Essa novidade só foi verdadeiramente reconhecida quando a gigante Samsung e outras concorrentes lançaram uma corrida entre preço e desempenho para o lançamento do celular.

 

                                                                                                                              Imagem: Techspot.com

 

Esse ano estava previsto o lançamento do modelo feito pela Samsung para o mês de abril, mas problemas de hardware impossibilitaram o lançamento. Outras marcas também estão trabalhando nessa tecnologia atualmente. Isso traz uma nova expectativa sobre o desempenho e reconhecimento do Willow Glass, mas será que ele realmente terá destaque ou será uma novidade passageira?

seção:

Please reload

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

METTALLFLECK..png
METTALLFLECK..png

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

KING..png

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

ANTALUM..png

PUBLICIDADE

union.png

PUBLICIDADE

INOX PAR.png

PUBLICIDADE

ALIANCA ALUMINIOS[.png

Você também pode gostar de ler sobre:

Ascevi intermédia palestra na I Semana das Engenharias em Palhoça SC para 60 estudantes de Arquitetu...

12/09/2017

Empresas italianas mostram novidades da indústria vidreira durante a Glass South America

08/06/2016

Saiba por que você não pode perder a GLASS SOUTH AMERICA

03/06/2016

USP São Carlos desenvolve vidro que muda de cor e pode camuflar objetos

01/06/2016

Níveis de blindagem automotiva

25/05/2016

Governo sinaliza irregularidade em exportações de vidros automotivos

13/05/2016

Vidro Serigrafado: Instrumento elementar ou primordial?

11/05/2016

Você conhece o Vidro Low-e?

12/02/2016

1/1
Please reload