© 2019 Todos os Direitos reservados ao Jornal do Vidro. Produzido por Agência GUIAX

1/2

PUBLICIDADE

Glasstec 2018

                                                                                                                                                   Imagem: Abravidro

Muitas novidades foram expostas durante os quatro dias da Glasstec. Aqui estão algumas delas:

 

Tecnologia de ponta
As companhias vidreiras apostam nos conceitos da Indústria 4.0: várias divulgaram a presença dessas tecnologias em seus maquinários, o que oferece maior eficiência na produção de vidro através da automação e conexão digital.

 

Arte em vidro
A Glass Art reuniu obras feitas com vidro utilizando diversas técnicas, como fusing.

Janela para o mundo
SGlass e Systemglass são duas das empresas brasileiras que expuseram na feira. As duas possuem atuação fora do Brasil, mas foram para a Alemanha com o objetivo de se apresentar, em um evento de grandes proporções, para novos mercados, principalmente europeus.

 

Programação que não para
Na quinta (25) dois encontros tradicionais aconteceram: os jantares oferecidos por Cebrace e Guardian a convidados — incluindo profissionais brasileiros. A empresa Lisec esticou a programação: preparando um happy hour animado em seu estande.

 

O futuro é agora
O Glass Technology Live é um dos espaços mais tradicionais e visitados do evento, é onde existe a reunião de soluções, estudos e protótipos com foco em tecnologias que podem se tornar padrão da indústria num futuro próximo. As invenções parecem saídas de um filme de ficção científica: vidros ultrafinos com espessura menor que a de um fio de cabelo, multilaminados com incríveis dezoito chapas de nosso material, laminação 3D (que permite a criação de peças estruturais com ângulos de 90º), insulados com iluminação interna de LED, chapas curvas em tamanho maior que o jumbo, sistemas para fachadas envidraçadas que possuem fluídos que são utilizados para absorver o calor do Sol.

 

Números finais
Segundo a organizadora Messe Düsseldorf, mais de 42 mil pessoas de 120 países passaram pelos corredores dos pavilhões de exposição durante os quatro dias de feira. Mais de 70% desses visitantes eram de fora da Alemanha, o que confirma o poder global da Glasstec. Ao todo, 1.280 empresas, vindas de cinquenta países, expuseram seus produtos. “A feira permanece como a principal plataforma internacional para a indústria vidreira. O mercado trabalha em sintonia com esse ciclo de dois anos da mostra”, explica Wolfram Diener, diretor de Operações da Messe Düsseldorf. A próxima edição será de 20 a 23 de outubro de 2020!

 

Please reload

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

carreta do vidraceiro - jornal do vidro.

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

max fer.png

PUBLICIDADE

union.png
INOX PAR.png

1/4

Você também pode gostar de ler sobre:

Você conhece o Vidro Low-e?

13/01/2020

Ascevi intermédia palestra na I Semana das Engenharias em Palhoça SC para 60 estudantes de Arquitetu...

12/09/2017

Empresas italianas mostram novidades da indústria vidreira durante a Glass South America

08/06/2016

Saiba por que você não pode perder a GLASS SOUTH AMERICA

03/06/2016

USP São Carlos desenvolve vidro que muda de cor e pode camuflar objetos

01/06/2016

Níveis de blindagem automotiva

25/05/2016

Governo sinaliza irregularidade em exportações de vidros automotivos

13/05/2016

Vidro Serigrafado: Instrumento elementar ou primordial?

11/05/2016

1/1
Please reload