1/2

PUBLICIDADE

Você sabe como funciona um vidro à prova de balas?


Imagem: Tecmundo

Com o aumento de violência nas cidades, novas formas de proteção surgem a cada dia. Entre eles, acessórios de proteção contra projéteis.

O químico francês Édouard Bénédictus descobriu acidentalmente que ao colocar uma camada de plástico no vidro, faz com que o material não se espalhe.

O vidro à prova de balas possui um plástico especifico, conhecido como polivinil butiral (PVB). O plástico é intercalado com o vidro em finas camadas e ao ser aquecido funciona como um composto único.

Imagem: Tecmundo

Quando ocorre o impacto de um projetil em um vidro à prova de balas, ele se estilhaça da mesma maneira que uma lâmina comum de vidro, porém a camada de PVB distribui a energia de uma forma mais eficiente, absorvendo o impacto e evitando a perfuração

Imagem: Tecmundo

Não transparente, mas eficiente

Essa técnica é muito utilizada pois proporciona um material transparente e resistente a munições mais comuns (armas leves). Porém existe também outros vidros que são bem mais resistentes, mas não tão transparentes.

Kevlar é o material mais conhecido com essas propriedades. Utilizado em coletes a prova de balas, sua estrutura molecular possui alta resistência à tração (pode chegar até 5 vezes maior que a do aço), mas com maleabilidade de uma fibra de tecido.

Um projetil ao acertar um material que possui o kevlar, pode até romper algumas fibras, mas não irá atravessa-lo pois o kevlar dissipa a energia do impacto de forma eficiente.

Tags:

PUBLICIDADE

041 3564-3665

041 3564-3665

WVETRO SISTEMA DE CÁLCULO

041 3564-3665

041 3564-3665

O SISTEMA QUE TRABALHA PARA VOCÊ GANHAR TEMPO

041 3564-3665

041 3564-3665

ESPECÍFICO PARA VIDRAÇARIAS E SERRALHERIAS

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

INOX PAR.png

1/4
logo planekit 2.png
WhatsApp Image 2020-11-05 at 14.22.07.jp
startec logo.jpeg

Você também pode gostar de ler sobre: