top of page

PUBLICIDADE

VOCÊ SABE USAR CHECKLISTS DE SEGURANÇA DA FORMA CORRETA???


Fonte: Conecta FG - Ferramentas Gerais

Entre tantas formas de sistematização metodológica, como Trellos (software de gerenciamento de projeto), ou o Pipefy, ERP Suite, Azul e outros que costumam ser utilizados para organização empresarial a mais simples e menos burocrática forma de controlar a organização de atividades sempre foram os Checklists.


Pode-se, inclusive, usá-lo para verificações de segurança essenciais, mantendo assim a tranquilidade em seu ambiente de trabalho.


O que é um Checklist e por que preciso de um?

Se trata simplesmente de uma lista em que se pode elencar um processo, o que é necessário ser observado, realizado e verificado. É a relação entre uma série de tarefas, procedimentos ou operações para obter-se o resultado esperado.


O objetivo de um Checklist é, basicamente, manter algo suficientemente previsível para que não se desatine da meta a ser alcançada, e neste caso, os de segurança são de extrema necessidade para profissionais alumínio- vidreiros.


A identificação dos riscos que determinada atividade propõem, somada a certeza de que se está seguindo os códigos de segurança de determinada situação, com o EPI correto, permitem melhor realização e menor risco, inclusive isentando a empresa e o trabalhador de maiores problemas.


Que mudanças trará a minha rotina?

- Manter a organização traz equilíbrio ao ambiente de trabalho, confiança e profissionalismo. Essa linearidade torna a função exercida mais correta em sua realização.

- Melhora a produtividade pois estabelece a realização já processada por meio de etapas, apenas necessita realizá-las. Torna erros menos frequentes.

- Estimula a criatividade no processo, e otimiza o aproveitamento do tempo em serviço. O espaço para ideias e melhorias torna-se maior.

- A atenção aumenta sobre a tarefa realizada, e diminui em relação ao processo de realização.


Como fazer?

1. Defina que tarefa, atividade ou situação será organizada.

2. Determine quando será utilizado e apresente à sua equipe.

3. Crie etapas para organização, e treine seus colaboradores para elas.

4. Especifique quem será o responsável e teste a realização.

5. Revise e inclua otimizações.


Se já possui um, revise. Sempre terá algo para ser renovado! No caso de ainda depender de outros métodos, que tal tentar algo novo? É simples, prático e seguro. Monte seu Checklist!

Comments


Você também pode gostar de ler sobre:

bottom of page