top of page

PUBLICIDADE

QUANDO E COMO SURGIU O PERFIL DE ALUMÍNIO?


Imagem: Departamento de Arte Jornal do Vidro

O perfil de alumínio é um produto utilizado em uma ampla variedade de aplicações, desde a construção civil até a indústria automotiva e aeroespacial. Ele foi desenvolvido como uma alternativa aos materiais tradicionais, como a madeira, o aço e o ferro fundido.



A utilização do alumínio na forma de perfis começou a ganhar destaque durante o século XX, impulsionada principalmente pelos avanços na produção do metal e pelos benefícios que ele oferece. O alumínio é um material leve, resistente, não corrosivo e facilmente moldável, o que o torna ideal para a fabricação de perfis com diferentes formatos e tamanhos.


Imgem: Norwoog foundry

Acredita-se que o primeiro perfil de alumínio tenha sido produzido por volta da década de 1920. No entanto, foi apenas a partir da década de 1950 que o uso de perfis de alumínio se popularizou, graças aos avanços na extrusão de alumínio. A extrusão é um processo de fabricação que consiste em um bloco de alumínio aquecido pressionado por uma matriz, gerado em um perfil contínuo com a forma desejada.


Com o desenvolvimento da tecnologia de extrusão de alumínio, tornou-se possível produzir perfis de alumínio em larga escala, de forma eficiente e econômica. Isso abriu caminho para sua aplicação em uma ampla gama de setores industriais e comerciais.



BREVE HÍSTORIA DO ÍNICIO NO BRASIL

Imagem: Odete Quimica

O início da fabrica de alumínio no Brasil, data-se de 1913, com a instalação de uma fábrica sem nome, em São Paulo. Para ser mais preciso no bairro do Bom Retiro, a fabricação de artefatos de alumínio e muito mais... Os equipamentos eram todos de origem inglêsa.


1916 - Depois de seis meses parada, a fábrica é reorganizada, com o nome de Companhia Paulista de Artefatos de Alumínio (CPAA).


1917 - Registarada a marca Rochedo. A (CPAA) começa a fabricar as primeiras placas de automóveis fundidas e rebitados posteriormente.


1919 - Fundada a Estamparia Caravellas, em São Paulo, fabricando cápsulas com patente dinamarquesa.


1933 - Américo Gianetti começa a estudar a viabilidade da implantação de uma fábrica de alumínio na região de Ouro Preto.


1934 - Várias fábricas de artefatos de alumínio já funcionavam no Brasil, utilizando lingotes e chapas importados. A Metalúrgica Matarazzo compra a CPAA e adquiri a marca Rochedo. Américo René Gianetti lança a pedra fundamental, em Saramenha, Ouro Preto, da Eletro Chimica Brasileira S.A. No começo, fabricaria produtos químicos. Numa segunda etapa, e iniciaria a fabricão de perfis de alumínio no Brasil.



Atualmente, o perfil de alumínio é amplamente utilizado em janelas, portas, sistemas de fachadas, estruturas para móveis, equipamentos industriais, trilhos para transporte, entre muitos outros produtos. Em 2022 estima-se que foram comercializados mais de 1 milhão de toneladas de perfis de alumínio no Brasil.



Kommentare


Você também pode gostar de ler sobre:

bottom of page