top of page

PUBLICIDADE

Lucas Bremm é reeleito presidente da Adivipar


Imagem: Arquivo Jornal do Vidro


O presidente da Adivipar ( Associação dos Distribuidores e Processadores de Vidros do Paraná), Lucas Bremm, foi reconduzido ao cargo, para o biênio 2022 e 2023. Os anos de 2020 e 2021 marcaram sua eleição e primeiro mandato. A decisão foi tomada por meio de votação, a partir da apresentação de chapa única.



O empresário da cidade de Guarapuava-PR, de família do segmento, por isso desde cedo já tem contato com o mercado do vidro e alumínio. Pós-graduado em gestão estratégica de negócios, Bremm é Diretor comercial da Mary art vidros laminados e temperados, uma das empresas da família, com mais de 50 anos de história, sendo a primeira fábrica de vidros temperados da região centro sul do Paraná, localizada em Guarapuava-PR. Deste modo, ele faz parte do crescimento rotineiro da Mary Art, sendo representante da 3ª geração da família.


Mesmo com as dificuldades durante a pandemia, sua gestão foi marcada pelo estímulo à união de temperadores, processadores de vidro, assim como elos da cadeia alumínio-vidreira.


Um dos grandes feitos no período, foi realizar o 10° Encontro Sul Brasileiro de Vidreiros, maior congresso vidreiro desde o começo da pandemia, que aconteceu em Foz do Iguaçu-PR, entre os dias 21 e 24 de outubro, com mais de 200 pessoas, porém com todos os protocolos contra a Covid-19 sendo respeitados.


Imagem: Arquivo Jornal do Vidro - Lucas Bremm e Jaime Peicher no 10° Encontro Sul


Lucas Bremm foi vice-presidente de seu antecessor, Jaime Peicher ( 2018-2020), gestão que foi marcada como uma das mais bem-sucedidas da história da entidade.


Com 18 anos de história, a Adivipar, representante do vidro no Paraná, é uma das mais importantes do setor no país. A associação ainda ressalta, que isso acontece no ano em que a ONU ( Organização das Nações Unidas) declarou que 2022 é o Ano Internacional do Vidro.



Nossa redação entrou em contato com o Presidente Lucas Bremm, para ele estar à frente da Adivipar por mais 2 anos é uma grande honra, tendo em vista a responsabilidade da entidade no desenvolvimento do setor, sobretudo em 2022, que segundo a ONU é o “ano do vidro”: “Esperamos e trabalhamos para que o mercado do vidro seja mais constante em suas diretrizes para que todos possam planejar e entender os movimentos atuais e as decisões tomadas sejam mais assertivas para que nossos negócios se mantenham saudáveis. Para os próximos 2 anos temos eventos programados para vidraceiros, engenheiros e arquitetos. Fica nossa torcida para que dentro desse cenário de saúde mundial possamos realizá-lo com a força e apoio daqueles que representam o setor vidreiro no Brasil. Que sejam dois anos de muito trabalho e desenvolvimento para nosso setor !”, diz Bremm.


Comentarios


Você também pode gostar de ler sobre:

bottom of page