top of page

PUBLICIDADE

DIFICULDADES NOS ORÇAMENTOS EM TEMPOS DE REAJUSTES NA MATÉRIA- PRIMA


Imagem: Canal do youtube Jornal do Vidro


Nesta quinta-feira (24), o Jornal do Vidro fez sua segunda live em 2022. Com início às 20h o programa trouxe um debate sobre “Dificuldades nos orçamentos em tempos de reajustes constantes da matéria-prima”. Ao todo, 8 convidados participaram da live.



Já no começo da transmissão, Gleison Sousa, criador do canal “É Nóis Montagens e Manutenções”, explicou mais sobre a história. “O canal surgiu com o objetivo de encurtar o processo para outras pessoas”, já que no começo de sua caminhada no segmento ele sentiu dificuldades no aprendizado.


Marcos da Roll Door, o melhor professor do Brasil Ricardo Câmara da Central do Vidraceiro, Marlon Petry (especialista em usinagem para esquadrias de alumínio) Matrizes Cardeal, Leandro Furlan (diretor e proprietário da empresa Fênix Pintura Eletrostática à Pó), Joana Santos executiva da Ascevi ( Associação Catarinense das Empresas Vidreiras), a gerente geral da Italajes (têmpera de Itajaí-SC) e da Embravid (distribuidora de chaparias), Maristela de Souza Wehmuth e Marcelo Barreto da Rede Construvidro, que é empresário e coaching do setor.


Em resumo, a importância de lançar novos produtos ( tecnologia e produção), fazer orçamentos um pouco mais altos para não ficar no vermelho, oferecer diferenciais, especializar, a insegurança em relação aos aumentos, enfrentar crises e estar organizado, são visões que aparecem no bate-papo realizado.


Frases como: “Agora no dia 1° de março vamos lançar três produtos novos”, “Estamos trazendo máquina nova, linha nova, tecnologia de ponta da Itália. A partir de abril vamos estar com isso no mercado”, “Precisamos nos especializar, oferecer um produto de maior valor agregado e continuar trabalhando”, “O custo e o valor não é o mais importante, mas sim a qualidade”, são alguns dos pontos que resumem a opinião dos participantes.



Para ver as falas na íntegra acesse as redes sociais do Jornal do Vidro, e nosso canal no youtube.


Tags:

Comentários


Você também pode gostar de ler sobre:

bottom of page