top of page

PUBLICIDADE

AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DO DIA 17 DE JULHO

BRASIL

A Prefeitura de Rio Largo informou nesta sexta-feira (14) que vai manter o formato cívico-militar da Escola Municipal Judith Paiva, uma das três do estado que funcionam neste modelo, implantado durante o governo Bolsonaro. Nesta semana, o governo federal anunciou o fim do Programa Nacional de Escolas Cívico-Militares (Pecim).


INTERNACIONAL

O Serviço Meteorológico Nacional (SMN) da Argentina afirmou que a temperatura registrada na estação de Perito Moreno, na Patagônia, foi de -22,5°C nesta manhã de segunda-feira (17). "As temperaturas superaram a escala", afirmou o SMN, informando que as medições são representadas visualmente nos mapas meteorológicos seguem as marcas até o limite de -18°C.


POLÍTICA

A Rússia enfim concretizou a ameaça de suspender o acordo que permitiu à Ucrânia, arrasada pela guerra, exportar, no último ano, 32 milhões de toneladas de grãos por meio de um corredor humanitário no Mar Negro. Mediado pela ONU e pela Turquia, o pacto expiraria nesta segunda-feira (17), quando o Kremlin anunciou que interromperá a sua participação, desferindo um duro golpe em agricultores ucranianos e também em países que lutam contra a fome.


SAÚDE

A droga experimental donanemab, da farmacêutica Eli Lilly, retardou a progressão do Alzheimer em 60% para pacientes nos estágios iniciais da doença, de acordo com dados de testes apresentados nesta segunda-feira (17). Os resultados parciais do estudo já haviam sido divulgados em maio, mas foram publicados agora na íntegra na revista científica Jama (Journal of the American Medical Association), o que significa que passaram por revisão de especialistas.

ECONOMIA

Ao menos três dos dez estados com maior produção agropecuária do país poderão criar um imposto com vigência de 20 anos sobre o agronegócio, conforme a reforma tributária aprovada pela Câmara dos Deputados. O texto ainda precisa de aval do Senado. Na Câmara, uma emenda de última hora permitiu que os estados criem um tributo, com cobrança até 2043, sobre produtos primários e semielaborados – minério de ferro, petróleo e alimentos, por exemplo.


CULTURA

OBITUÁRIO – É cômodo, mas redutor, enquadrar João Donato de Oliveira Neto (17 de agosto de 1934 – 17 de julho de 2023) no escaninho da bossa nova. Morto no Rio na madrugada de hoje em decorrência de série de problemas de saúde, a exatamente um mês de festejar 89 anos, o pianista, arranjador, compositor, acordeonista e cantor acreano transcendeu rótulos e movimentos com bossa toda própria.


Fonte texto e imagens: G1

Fonte aumento do dólar: UOL


Comments


Você também pode gostar de ler sobre:

bottom of page