1/2

PUBLICIDADE


Imagem: departamento de arte Jornal do Vidro


Na tarde de quarta-feira 21 de outubro o Jornal do Vidro realizou a 21ª edição da live “No meio do caminho”, que traz conteúdos aos profissionais do setor vidreiro. O assunto foi “Preço x Qualidade”. Os convidados foram o gerente de divisão da empresa de São Paulo Udiglass (parte da fabricante do de esquadrias Udinese), Vinicius Coelho, além de Max Del Olmo, diretor da fabricante de acessórios para vidros temperados AL Indústria do estado de São Paulo e o gerente de projetos da Divinal Vidros (com sedes em Minas Gerais e São Paulo), Leandro Gonçalves.

Sobre aliar preço baixo e qualidade, Gonçalves afirma que o principal foco é oferecer qualidade e preço justo “Nosso objetivo é entender a necessidade do cliente e entregar valor”. Para o gerente de divisão, a eficiência é importante “A gente como indústria tem que ser eficiente em todas as áreas. “Nossa missão é ter um time muito bom para trazer um produto bem encaixado e trazer o menor preço possível para o mercado”, já para o diretor da AL “O produto que tem tecnologia consegue trazer qualidade. O importante é fazer bem feito e fazer com qualidade”, “A gente tem que crescer no todo”.

Em relação a composição de preços no setor, o gerente de projetos diz “Via de regra uma parte do mercado não sabe fazer os cálculos”, principalmente na questão tributária, completa. Ele ainda afirma “Há muito profissional no mercado que está vidraceiro”. Para Coelho é importante especificar o produto correto “Preço é o melhor produto para atender aquela situação”, o gerente de divisão completa “Acho que falta muita coisa”, “É uma missão que está só começando". “Aumentar a capacitação de gestão”. Del Olmo acredita nos números “Os números muitas vezes comprovam isso”, “Você vê algumas coisas que poucas empresas apoiam no mercado porque não tem verba”, ele afirma “Tem que fazer o seu orçamento, muita gente não faz essa conta básica”.


A respeito do decréscimo de preços no setor de ferragens e componentes para vidro e alumínio a mais de uma década, Gonçalves acredita que a atividade informal colabora “Acho que isso foi um vício de profissionais informais puxarem o preço para baixo”. Para o gerente de divisão “A grande maioria pega o produto, copia reduz o preço de alguma maneira e ele oferece do jeito que ele precisa, acaba abaixando o preço um pouco para trás”. O diretor não vê a baixa com maus olhos “Desde que seja com tecnologia. Não é que o mercado do vidro esteja barato, entraram novas indústrias com novas tecnologias que fizeram o vidro baixar”, “O mercado tem duas ópticas, tecnologia e competitividade e existe aquela concorrência que joga baixo”, completa.

Quanto a diferenciação de preço e valor, Leandro acredita “O vidraceiro só consegue enxergar valor quando ele realmente faz toda análise do conjunto de quem ele está comprando e o que essa empresa está entregando”, tentar mostrar para o cliente o valor, completa. Para Vinicius é preciso oferecer e mostrar para o cliente “Empresas sérias fazendo bem feito o seu trabalho”. Max acredita que o vidraceiro ainda não entendeu seu valor “O dia que o vidraceiro entender qual o seu valor e a importância dele no mercado, isso vai mudar” e completa “Na hora de vender, toda a cadeia está sofrendo por isso”.

PUBLICIDADE

041 3564-3665

041 3564-3665

WVETRO SISTEMA DE CÁLCULO

041 3564-3665

041 3564-3665

O SISTEMA QUE TRABALHA PARA VOCÊ GANHAR TEMPO

041 3564-3665

041 3564-3665

ESPECÍFICO PARA VIDRAÇARIAS E SERRALHERIAS

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

INOX PAR.png

1/4
logo planekit 2.png
WhatsApp Image 2020-11-05 at 14.22.07.jp
startec logo.jpeg

Você também pode gostar de ler sobre: