1/2

PUBLICIDADE

Retorno da indústria da construção civil pode influenciar o setor alumínio-vidreiro


Imagem: Instalar Esquadrias

Você já sabe que nossa equipe busca trazer sempre as informações mais interessantes aos seus leitores no que diz respeito ao segmento vidreiro. Hoje trouxemos as medidas que podem influenciar na área da indústria, algo que pode ter impactos também na construção civil. Com as propostas de ações dos governantes do país vale ressaltar as providencias tomadas pelos sindicatos representantes do setor da construção civil, que devem fazer efeito também no mercado alumínio vidreiro.

O Sinduscon-RS em parceria com o Sindicato de Trabalhadores da Construção Civil Gaúcha disponibiliza em seu site uma cartilha com as precauções nos escritórios e obras do estado do Rio Grande do Sul. Na cartilha há uma explicação sobre o vírus e os métodos de prevenção. Nos locais de trabalho de escritórios, é indicado: Esterilizar equipamentos de ar-condicionado com hipoclorito de sódio 1% diariamente; profissionais administrativos em homeoffice; determinar apenas uma pessoa para atender telefones, isolando a mesma; atendimento por meio eletrônico e reuniões por ligação ou videoconferência, evitar compartilhar objetos que possam conter o vírus.

Imagem: Alumisistem

Nas obras são indicados: locais para higiene; álcool gel em sanitários; termômetros para medir a temperatura dos funcionários; evitar reuniões em grupo; cartazes com orientações; diminuir a quantidade de trabalhadores e outras dicas disponíveis nesse documento.

No Paraná, o Sinduscon-PR disponibiliza em seu site um documento sobre as orientações para cancelamentos de contratos ou continuidade, a partir das recomendações da CBIC (Câmara Brasileira da Industria da Construção).

Já o SintraconCuritiba (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil, de Olarias e Cerâmicas de Curitiba e Região Metropolitana), passa a analisar os acordos individuais entre trabalhadores e empregadores, após liminar do ministro Ricardo Lewandowiski que só autoriza esses acordos depois de análise dos sindicatos.

Imagem: Vidraçaria Porto Alegre

No estado de Santa Catarina os profissionais do setor da construção civil também podem trabalhar desde que cumpridas as recomendações necessárias, entre elas estão as medidas de higiene, rodizio de trabalhadores em obras com mais de cinco pessoas, lotação máxima de refeitórios em até 25%, disponibilidade de álccol gel aos funcionários e outras orientações em documento no site do governo de SC https://www.sc.gov.br/noticias, essa retomada nos trabalhos tem influência direta na abertura de vidraçarias, têmperas serralherias e outras atividades relacionadas ao segmento vidreiro.

No estado de Minas Gerais, o Sinduscon-MG em parceria com FETICOM-MG (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário do Estado de Minas Gerais), trabalham em conjunto para reduzir os impactos da pandemia no setor criando medidas como: flexibilização da jornada de trabalho, teletrabalho, licença remunerada, férias, redução de jornada e salário ou higiene, além de outras providências.

Vale ressaltar ainda, que a CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), cria estratégias para auxiliar o setor após a medida provisória 936 que diz respeito aos acordos entre empregadores e trabalhadores.

PUBLICIDADE

041 3564-3665

041 3564-3665

WVETRO SISTEMA DE CÁLCULO

041 3564-3665

041 3564-3665

O SISTEMA QUE TRABALHA PARA VOCÊ GANHAR TEMPO

041 3564-3665

041 3564-3665

ESPECÍFICO PARA VIDRAÇARIAS E SERRALHERIAS

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

INOX PAR.png

1/4
logo planekit 2.png
WhatsApp Image 2020-11-05 at 14.22.07.jp
startec logo.jpeg

Você também pode gostar de ler sobre: