© 2019 Todos os Direitos reservados ao Jornal do Vidro. Produzido por Agência GUIAX

1/2

PUBLICIDADE

Vidro acústico para a época mais sonora do ano!

                                                                                    Imagem: Departamento de Arte Jornal do Vidro

 

Nesta época do ano, várias pessoas que não gostam do barulho característico do carnaval sofrem com os altos ruídos que invadem sua casa, mas você vidraceiro e serralheiro sabe que para isso existe uma solução: os vidros acústicos. No mercado existem alguns tipos de vidro com proteção acústica, mas os mais comuns são o laminado e o duplo. Você vidraceiro e serralheiro costuma oferecer esse tipo de vidro para o seu cliente?

 

Como você já sabe, o vidro acústico é uma ótima opção para bloquear sons que vem de fora quando instalado em janelas, e até mesmo evita a passagem de sons para outros ambientes quando instalado em divisórias. Mas qual é a melhor opção a oferecer para o seu cliente e porquê? Trouxemos as características do vidro laminado e do vidro duplo para você lembrar os benefícios de cada uma e facilitar a sua negociação com o cliente, confira!

 

Vidro laminado acústico

 

Mesmo oferecendo o mesmo benefício, o tipo de vidro acústico utilizado faz toda a diferença no resultado final, não é mesmo? Por isso é importante saber diferenciar as opções. O vidro laminado acústico, por exemplo, tem sempre uma película em seu interior entre as duas chapas de vidro, responsável em guardar as partículas caso o vidro seja quebrado.

 

Mas para ser considerado um vidro acústico, você já deve saber que o vidro laminado deve ter uma película de pelo menos 78mm, seja ela de polivinil ou de resina. Além disso, quanto maior a espessura das camadas de vidro em si, maior será a sua eficiência em manter os ruídos do lado de fora. A sua maior eficiência é o bloqueio de sons de frequência baixa, ou seja, os sons mais graves.

 

Vidro duplo

 

Também conhecido como vidro insulado, o vidro duplo também possui duas chapas de vidro, como já diz o seu nome, mas ao contrário do vidro laminado, as suas chapas ficam separadas por um espaço vazio entre eles e não por uma película. Para aumentar ainda mais a sua eficiência, ele pode ter uma ou duas dessas chapas de vidro laminado, porque com o laminado na sua composição a janela acústica tende a ter um efeito melhor do que o laminado sozinho. Quando o vidro duplo tem uma chapa de vidro laminado, ele é também chamado de vidro triplo, já que o laminado conta com duas chapas.

 

Lembrando que outro ponto que interfere no resultado acústico do vidro duplo é o espaço entre as chapas de vidro, o qual deve ser de pelo menos 9mm, pois esse espaço maior faz com que o vidro duplo também seja um vidro térmico, reduzindo um pouco do calor, outro benefício muito legal para apresentar ao seu cliente! Os sons melhor bloqueados pelo vidro duplo são os de frequência alta, ou seja, os sons mais agudos.

 

Então, qual a melhor opção a oferecer?

 

Com base em todas as características apresentadas, as principais questões que restam é o valor e a escolha da frequência que se deseja bloquear. Caso o cliente deseje bloquear somente os sons mais graves, pode automaticamente descartar o vidro duplo, ou o vidro laminado em caso de bloqueio de sons mais agudos. Mas, lembre-se também de prestar atenção no tipo de caixilho, que pode ser um material pouco isolante como o alumínio ou mais isolante como a madeira e, dependendo do volume do som, pode ser necessário o uso de fitas ou outros materiais para vedar os vãos da janela.

seção:

Please reload

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

carreta do vidraceiro - jornal do vidro.

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

max fer.png

PUBLICIDADE

union.png
INOX PAR.png

1/4

Você também pode gostar de ler sobre:

Você conhece o Vidro Low-e?

13/01/2020

Ascevi intermédia palestra na I Semana das Engenharias em Palhoça SC para 60 estudantes de Arquitetu...

12/09/2017

Empresas italianas mostram novidades da indústria vidreira durante a Glass South America

08/06/2016

Saiba por que você não pode perder a GLASS SOUTH AMERICA

03/06/2016

USP São Carlos desenvolve vidro que muda de cor e pode camuflar objetos

01/06/2016

Níveis de blindagem automotiva

25/05/2016

Governo sinaliza irregularidade em exportações de vidros automotivos

13/05/2016

Vidro Serigrafado: Instrumento elementar ou primordial?

11/05/2016

1/1
Please reload