top of page

PUBLICIDADE

Você, vidraceiro, cobra a visita para medição?


Imagem: Departamento de Arte Jornal do Vidro

Mesmo se tratando de custos que parecem ser desconsideráveis, fazer a visita ao cliente para atender alguma dúvida ou fazer o orçamento na residência leva tempo e como todo mundo sabe, tempo é dinheiro. Trouxemos nessa matéria dicas que irão te auxiliar na forma de administrar a cobrança de medições, confira:

Ordenar por regiões

Ter um planejamento de visitas é a primeira dica essencial, pois isso facilitará o deslocamento até a casa dos clientes. Organizar as visitas por regiões evitará dar voltas desnecessárias, economizando tempo e combustível. Separe as visitas por bairros e setores, você notará bastante diferença na sua economia.

Dividir horários

Além do planejamento de regiões, também é necessário pensar no horário ideal para cada destino. Organize e se planeja em elação a distancias muito longas, além disso, caso não conheça o seu destino, procure sair mais cedo para não deixar o cliente na mão. Visitas em horários conhecidos popularmente como “horários de pico” são os piores em relação ao transito, por isso evite marcar visitas para esse período.

Faça um roteiro semanal

Defina o horário e locais de visitas da semana antecipadamente para poder se programar e organizar os horários. Conforme vá aparecendo mais demandas de visitas, encaixe nos horários que sobrarem, mas evite aglomerar uma atrás da outra.

Custos de visitas

O custo não depende somente do combustível que será gasto, nem do desgaste do carro, mas o principal custo é em relação ao tempo gasto para o deslocamento. Dependendo das demandas, você gastará tempo indo em lugares muito distantes, isso implicará bastante em relação aos trabalhos na própria empresa. Calcule os custos que terá no tempo em que estará fora e explique para o cliente de onde esse valor está vindo.

Tags:

Você também pode gostar de ler sobre:

bottom of page