© 2019 Todos os Direitos reservados ao Jornal do Vidro. Produzido por Agência GUIAX

1/2

PUBLICIDADE

Você já conhece o vidro líquido?

                                                                                                                              Imagem: Unitednuclear

 

O vidro líquido, feito de sílica e potássio, é bastante utilizado na Indústria de Construção e em acabamentos. A sílica é usada principalmente na produção de vidros para janelas, portas, copos e garrafas de bebidas, além disso, a maioria das fibras ópticas de telecomunicação também são feitas a partir da sílica. Durante o processo de fabricação, a sílica e o potássio são dissolvidos em água e formam um fluído especial para impermeabilizar qualquer estrutura, ou seja, o vidro líquido.

 

Para que ele serve?

 

O vidro líquido é bastante conhecido por sua função impermeabilizante, mas ele também é usado em automóveis, madeira e artesanatos. Além do modelo comum, existe o vidro líquido nanoclean que tem em sua estrutura nanopartículas que penetram em outras superfícies.

 

O vidro líquido também oferece proteção contra óleo, umidade, sujeira, bactérias e proporciona uma resistência incomparável em materiais onde é aplicado.

 

O seu uso experimental começou na década de 80, mas a sua fabricação foi otimizada quando surgiram produtos inovadores no começo dos anos 2000. Hoje, o vidro líquido impermeabilizante com nanotecnologia é flexível e respirável, e a sua espessura equivale a100 nanômetros (500 vezes mais fino do que um fio de cabelo humano), além de ser invisível a olho nu.

 

Vidro líquido para o modelo temperado

 

Por ter a sua base de vidro cristalino, o vidro líquido proporciona várias vantagens a pisos, janelas, portas e boxes feitos de vidro temperado, confira:

 

- Reduz a tensão superficial das superfícies;

- Cria uma camada impermeável (fóbica) a água ou óleo, tornado impossível a penetração de qualquer outra substancia na superfície protegida;

- Garante mais flexibilidade a superfícies duras e macias, assegurando a proteção das propriedades originais, evitando qualquer alteração na aparência do móvel.

- Resiste a produtos químicos alcalinos e ácidos;

- Suporta alterações de temperaturas entre -30ºC e 300ºC.

 

Outro ponto que chama atenção sobre o vidro líquido é que não há colas dentro da estrutura matriz do revestimento. A camada de vidro adere a superfície por meio do efeito das Forças de Van Der Waals, ou seja, as forças quânticas atraem as moléculas para a camada de substrato que ela está cobrindo. O resultado da sua aplicação torna fácil a limpeza de qualquer superfície e fornece proteção antimicrobiana.

 

seção:

Please reload

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

METTALLFLECK..png
METTALLFLECK..png

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

KING..png

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

ANTALUM..png

PUBLICIDADE

union.png

PUBLICIDADE

INOX PAR.png

PUBLICIDADE

ALIANCA ALUMINIOS[.png

Você também pode gostar de ler sobre:

Ascevi intermédia palestra na I Semana das Engenharias em Palhoça SC para 60 estudantes de Arquitetu...

12/09/2017

Empresas italianas mostram novidades da indústria vidreira durante a Glass South America

08/06/2016

Saiba por que você não pode perder a GLASS SOUTH AMERICA

03/06/2016

USP São Carlos desenvolve vidro que muda de cor e pode camuflar objetos

01/06/2016

Níveis de blindagem automotiva

25/05/2016

Governo sinaliza irregularidade em exportações de vidros automotivos

13/05/2016

Vidro Serigrafado: Instrumento elementar ou primordial?

11/05/2016

Você conhece o Vidro Low-e?

12/02/2016

1/1
Please reload