© 2019 Todos os Direitos reservados ao Jornal do Vidro. Produzido por Agência GUIAX

1/2

PUBLICIDADE

Você sabe como funciona a reciclagem do alumínio?

                                                                                     Imagem: Departamento de Arte Jornal do Vidro 

 

Sendo o terceiro o terceiro elemento mais abundante do planeta, o alumínio é facilmente encontrado em vários momentos do nosso dia a dia, e mesmo com sua grande importância, se trata de um material relativamente novo em relação aos demais, pois é produzido comercialmente há apenas 150 anos.

 

O alumínio no Brasil possui uma grande atuação, pois a terceira maior jazida de bauxita do mundo é no país, além de ser o quinto maior na exportação de alumínio primário/ligas e quarto maior produtor de alumínio.

 

Os benefícios da reciclagem do alumínio, assim como de outros materiais, são muitos para a natureza, pois economiza matéria-prima e energia elétrica, diminui emissões de gás de efeito estufa, diminui também o volume de lixo nos aterros sanitários, além de gerar fonte de renda para as pessoas envolvidas com a coleta seletiva do alumínio.

 

As latas de alumínio são os produtos mais reciclados e o Brasil é líder na reciclagem desse material, onde quase 100% das latas de alumínio são reaproveitadas. Em São Paulo, por exemplo, as latas permanecem em média apenas 10 segundos nas ruas e, esse setor já consegue movimentar até 2 bilhões por ano no país.

 

Além das latinhas, outros produtos de alumínio também podem ser reciclados e reaproveitados, como esquadrias, carcaças de automóveis e outros. O processo de reciclagem desses outros objetos é diferente do processo de reciclagem da latinha, pois é mais difuso e menos eficiente por ter o custo do processo mais elevado, além de serem mais demorados de serem descartados.

 

Cada produto de alumínio possui um processo diferente de reciclagem, mas de forma geral segue o seguinte modelo: primeiramente, o alumínio é coletado, limpado e desinfetado de qualquer pequeno resíduo como areia, terra e metais ferrosos e, em seguida, compactado. Após isso, a tinta e o verniz são removidos e, por último é feita a fundição do alumínio em um forno especial que o deixa em estado líquido, pronto para ser laminado.

 

O processo de reciclagem das latas de alumínio, que estão em primeiro lugar do processo, funciona da seguinte forma: as latas são inicialmente consumidas e depois de descartadas são coletadas pelos responsáveis da área e levadas até um dos pontos de coleta, após isso são passadas pela prensagem, onde são embaladas e prensadas duas vezes antes de serem aglomeradas em grandes fardos. Em seguida é feito o processo de fundição, em que as latas são derretidas em fornos especiais para latas de alumínio e passadas pelo lingotamento, que se trata do transporte das latas em lingotes (massa de metal), e fundidas em formas de tiras.

 

O próximo passo é a laminação, onde os lingotes passam por um processo de deformação plástica e são transformados em bobinas de alumínio, que ajudam na formação de novas latinhas. Nas fábricas de bebidas, as latas passam por um processo para ganhar um novo formato e, depois disso, passam a ser distribuídas novamente em postos de vendas e todo o processo se repete.

Please reload

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

carreta do vidraceiro - jornal do vidro.

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

max fer.png

PUBLICIDADE

union.png
INOX PAR.png

1/4

Você também pode gostar de ler sobre:

Você conhece o Vidro Low-e?

13/01/2020

Ascevi intermédia palestra na I Semana das Engenharias em Palhoça SC para 60 estudantes de Arquitetu...

12/09/2017

Empresas italianas mostram novidades da indústria vidreira durante a Glass South America

08/06/2016

Saiba por que você não pode perder a GLASS SOUTH AMERICA

03/06/2016

USP São Carlos desenvolve vidro que muda de cor e pode camuflar objetos

01/06/2016

Níveis de blindagem automotiva

25/05/2016

Governo sinaliza irregularidade em exportações de vidros automotivos

13/05/2016

Vidro Serigrafado: Instrumento elementar ou primordial?

11/05/2016

1/1
Please reload