© 2019 Todos os Direitos reservados ao Jornal do Vidro. Produzido por Agência GUIAX

1/2

PUBLICIDADE

Entenda como funciona o vidro fotovoltaico

                                                                                                                                Imagem: ArchiExpo

 

O processo de formação do vidro fotovoltaico, desenvolvido por espanhóis da Onyx Solar (empresa de energia solar), começa com a fabricação de pequenas lâminas feitas com silício (material semicondutor) que podem ser instaladas em vidros simples, laminados ou duplos, dando assim origem ao vidro fotovoltaico.

 

Esse vidro absorve a radiação do sol e converte essa energia em eletricidade e, cada painel de vidro pode alojar várias células ligadas entre si. A condução da energia elétrica de um painel para outro é feita a partir de fios que são instalados no interior dessa placa.

 

Benefícios

 

O vidro fotovoltaico absorve a radiação solar e a transforma em eletricidade e, a quantidade de energia solar que é capturada pelos vidros ou painéis pode chegar de 8% a 16%. A natureza é a mais beneficiada, visto que se trata de uma fonte limpa e renovável de energia.

 

Além de gerar energia, o vidro fotovoltaico pode ser instalado em janelas e fachadas, pois auxiliam a diminuir a absorção do calor interno, reduzindo a necessidade do uso de ar condicionado.

 

Ponto negativo

 

Infelizmente, o custo do vidro fotovoltaico no Brasil ainda é muito caro e pouco conhecido, diminuindo assim o seu poder de ação. Obras que utilizam dessa tecnologia encarecem 5 vezes mais do que se utilizasse somente o vidro laminado comum.

 

Aplicações

 

Essa tecnologia já está em uso por diversas partes do mundo como, por exemplo, no edifício mais alto da Singapura que possui a fachada feita com painéis de vidro fotovoltaico. No brasil é possível encontrar o vidro fotovoltaico no aeroporto de Viracopos, em Campinas.

 

Apesar do seu alto custo, investir nesse vidro sustentável auxiliaria em grande escala a redução de eletricidade movida a fontes não renováveis, como o petróleo.

Please reload

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

METTALLFLECK..png
METTALLFLECK..png

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

KING..png

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

ANTALUM..png

PUBLICIDADE

union.png

PUBLICIDADE

INOX PAR.png

PUBLICIDADE

ALIANCA ALUMINIOS[.png

Você também pode gostar de ler sobre:

Ascevi intermédia palestra na I Semana das Engenharias em Palhoça SC para 60 estudantes de Arquitetu...

12/09/2017

Empresas italianas mostram novidades da indústria vidreira durante a Glass South America

08/06/2016

Saiba por que você não pode perder a GLASS SOUTH AMERICA

03/06/2016

USP São Carlos desenvolve vidro que muda de cor e pode camuflar objetos

01/06/2016

Níveis de blindagem automotiva

25/05/2016

Governo sinaliza irregularidade em exportações de vidros automotivos

13/05/2016

Vidro Serigrafado: Instrumento elementar ou primordial?

11/05/2016

Você conhece o Vidro Low-e?

12/02/2016

1/1
Please reload