© 2019 Todos os Direitos reservados ao Jornal do Vidro. Produzido por Agência GUIAX

1/2

PUBLICIDADE

“Vidro jumbo” tudo que você precisa saber sobre ele

                                                                                                                                              Imagem: Art

 

O vidro jumbo é conhecido por imprimir amplitude e imponência tanto para ambientes internos como externos. Ele possui extensões maiores do que normalmente é conhecido no Brasil, com chapas a partir de 3,21m x 4,40m e, no exterior é possível encontrar placas de até 18,00m. Essa característica torna esse vidro ideal para grandes edificações que possuam grandes aberturas.

 

Tamanho ideal

 

Para que o vidro execute sua função dentro da arquitetura com segurança, ele deve ter a espessura indicada na BBR 7199. A norma deve ser seguida a fim de que a peça ofereça uma boa resistência para o transporte, instalação ou choques mecânicos/químicos.

Entretanto, a espessura máxima não deve exceder a capacidade produtiva, nem a de instalação, pois dificulta o transporte e todo o manuseio.

 

Características técnicas

 

O vidro jumbo exige uma atenção maior sobre as normas técnicas pois suas extensões são maiores do que as chapas convencionais. Esse cuidado é necessário pois uma peça pode chegar até uma tonelada após o processo de laminação.

 

Os perfis dos caixilhos de alumínio precisam ser especificados corretamente. Eles comportam o impacto do peso das peças, facilitam a instalação e deixam-na suficientemente estável para resistir a infortúnios.

 

Deslocamento e estoque

 

                                                                                                                                   Imagem: Explore1

 

Todo o processo de movimentação, dentro e fora da empresa, deve ser feito com o equipamento específico, com pinças especiais para isso. A planta precisa conter a estrutura física apropriada, contendo o pé direito do galpão de armazenamento, passando pela ponte rolante e pelos cavaletes metálicos.

 

Para transportar é preciso caminhões específicos para fazer o trajeto, que sejam mais robustos e possuam mais estabilidade para transportar as chapas. Além disso, é preciso ter espaço para os cavaletes serem acomodados com segurança.

 

O vidro jumbo no Brasil

 

O vidro jumbo começou a ser produzido no Brasil na década de 1990 e, mesmo não sendo tão utilizado aqui como é na Europa, o mercado de vidro jumbo já ultrapassou o de placas de vidros menores. Esse crescente aumento de procura atinge também o aumento da produção de equipamentos adequados para a fabricação e o transporte. Além disso, o setor de esquadrias também precisou se adaptar à essa nova realidade do mercado.

 

Isso prova que a indústria do vidro está em constante movimento e evoluindo para oferecer melhores soluções ao setor da construção.

Please reload

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

carreta do vidraceiro - jornal do vidro.

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

max fer.png

PUBLICIDADE

union.png
INOX PAR.png

1/4

Você também pode gostar de ler sobre:

Você conhece o Vidro Low-e?

13/01/2020

Ascevi intermédia palestra na I Semana das Engenharias em Palhoça SC para 60 estudantes de Arquitetu...

12/09/2017

Empresas italianas mostram novidades da indústria vidreira durante a Glass South America

08/06/2016

Saiba por que você não pode perder a GLASS SOUTH AMERICA

03/06/2016

USP São Carlos desenvolve vidro que muda de cor e pode camuflar objetos

01/06/2016

Níveis de blindagem automotiva

25/05/2016

Governo sinaliza irregularidade em exportações de vidros automotivos

13/05/2016

Vidro Serigrafado: Instrumento elementar ou primordial?

11/05/2016

1/1
Please reload