© 2019 Todos os Direitos reservados ao Jornal do Vidro. Produzido por Agência GUIAX

1/2

PUBLICIDADE

"Normas técnicas" o porque investir nelas

                                                                                     Imagem: Departamento de Arte Jornal do Vidro

 

A norma técnica, regulamentada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), se trata de um documento que informa sobre os requisitos de segurança e desempenho para materiais e processos. As normas para a construção civil e para a área vidreira são disponibilizadas por esse órgão, como, por exemplo, a NBR 7199 - Vidros na Construção Civil, 14.207 - Box de Banheiro, 16.259 -  Envidraçamento de Sacada e 14.718 - Guarda-corpo, entre muitas outras.

 

Para realizar obras dentro dos requisitos propostos pelas normas exige um investimento maior, além dos custos para adquirir as normas técnicas. Então, vale a pena, financeiramente falando, investir para trabalhar de acordo com as normas técnicas para vidraceiros? Por não se tratar de leis, muitos vidraceiros não se preocupam em investir nas normas, mas trouxemos algumas razões importantes que faz a situação ser obrigatória:

 

Prevenção de riscos

 

As normas técnicas estabelecem requisitos mínimos de segurança e desempenho que são avaliados rigorosamente por especialistas, portanto, são prontamente confiáveis. Quando essas orientações não são seguidas pelos profissionais da área vidreira, ele está assumindo todos os riscos que possa vir a acontecer com ele ou com a obra, como a quebra de um box ou cortes causados por alguma queda, pois quando um vidraceiro realiza uma instalação, ele automaticamente se responsabiliza por ela.

 

Em casos mais grave, terá que responder judicialmente com indenizações e processos por homicídio pelos danos que podem até ser considerados dolosos, com a intenção de matar, a partir do momento que o trabalho foi realizado sem cumprir as normas técnicas de segurança propostas pela ABNT. Sendo assim, o barato pode acabar saindo caro.

 

Proteção judiciária

 

Mesmo seguindo todos as normas estabelecidas, ainda há o risco de acontecer algum acidente. Os usuários também podem deixar de realizar as manutenções necessárias ou utilizar a instalação de forma incorreta. São vários motivos de acidentes que podem acontecer e recair sobre o vidraceiro, entretanto, se tiver feito o uso de produtos testados, com a qualidade adequada, e seguido todos os requisitos especificados pelas normas, poderá recorrer à justiça para provar sua inocência.

 

Esse é outro motivo pelo qual vale a pena investir para exercer o trabalho dentro das normas técnicas para vidraceiros.

 

Credibilidade

 

Mesmo quando orientados por um profissional, muitos clientes insistem em ignorar os conselhos dados sobre qual o melhor vidro a ser usado no projeto ou sobre outro material, deixando de lado a qualidade e a segurança para economizar, adquirindo um produto mais barato e que não terá a mesma qualidade que o indicado pelo profissional. Nesse caso, é importante que o vidreiro não ceda as oposições do cliente, pois a sua fiabilidade será colocada em questão e o mesmo terá que assumir os possíveis riscos.

 

Um bom profissional que se importa com a qualidade do seu trabalho irá se preocupar com a sua credibilidade e verá um retorno dos seus clientes satisfeitos, pois confiarão no seu trabalho para outras ocasiões e também o indicarão para outras pessoas. Sobre a questão financeira, depois de um tempo seguindo as normas, será fácil recuperar o dinheiro investido.

Please reload

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

METTALLFLECK..png
METTALLFLECK..png

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

KING..png

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

ANTALUM..png

PUBLICIDADE

union.png

PUBLICIDADE

INOX PAR.png

Você também pode gostar de ler sobre:

Você conhece o Vidro Low-e?

13/01/2020

Ascevi intermédia palestra na I Semana das Engenharias em Palhoça SC para 60 estudantes de Arquitetu...

12/09/2017

Empresas italianas mostram novidades da indústria vidreira durante a Glass South America

08/06/2016

Saiba por que você não pode perder a GLASS SOUTH AMERICA

03/06/2016

USP São Carlos desenvolve vidro que muda de cor e pode camuflar objetos

01/06/2016

Níveis de blindagem automotiva

25/05/2016

Governo sinaliza irregularidade em exportações de vidros automotivos

13/05/2016

Vidro Serigrafado: Instrumento elementar ou primordial?

11/05/2016

1/1
Please reload