© 2019 Todos os Direitos reservados ao Jornal do Vidro. Produzido por Agência GUIAX

1/2

PUBLICIDADE

“Vidro, acrílico e policarbonato” você sabe a diferença entre eles?

                                                          Imagem: Departamento de Arte Jornal do Vidro

 

Na hora da escolha de alguns produtos para projetos, alguns clientes ficam com dúvidas sobre asa características do vidro e do acrílico, por isso é muito importante saber as diferenças entre eles.

 

Trouxemos as diferenças entre o vidro, o acrílico e o policarbonato para ficar mais fácil de entender a característica de cada um deles e onde usar cada um, confira!

 

Acrílico

 

Conhecido cientificamente como poli metil-metacrilato (PMMA), ele pode ser encontrado extrudado, menos rígido, ou cellcast, que é indicado para aplicações que precisem de uma maior qualidade. Um dos seus pontos positivos é por se tratar de um material mais leve, pois contém 1.190 kg/m³ enquanto o vidro possui 2.500 kg/m³.

 

Além disso, ele possui 92% de transparência e é mais resistente a impactos e não estilhaça. Quando se trata de box de acrílico, ele pode ser um material até mais acessível que o vidro e mais fácil de limpar.

 

Uma das desvantagens do acrílico é a possibilidade de expansão térmica de até 0,7mm por metro, podendo expandir ou encolher. Além do mais, ele não apresenta tanta resistência a impactos, podendo se partir em grandes pedaços, e também possui uma vida útil menor, podendo amarelar com mais facilidade e apresentar distorção óptica.

 

Policarbonato

 

Esse material consiste de um polímero termoplástico utilizado em projetos de construção civil para substituir o vidro ou o acrílico, pois é mais difícil de quebrar.

 

Outro ponto positivo é a sua instalação simples que aceita estruturas mais baratas, além disso, esse material não propaga chamas e é autoextinguível, pois suporta temperaturas máximas de 120ºC sem danificar.

 

A desvantagem do policarbonato é que ele possui um baixo desempenho em relação ao isolamento acústico, térmico e baixa visibilidade. A sujeira também gruda com mais facilidade já que a sua superfície não é lisa.

 

Vidro

 

O vidro é composto por areia, calcário, barrilha, alumina, corantes e descorantes e produzido em temperaturas acima de 1.000ºC. Uma das suas características positivas é a grande variedade de cores, espessuras, dimensões e tipos que podem ter várias funções como: controle térmico, controle acústico, decoração, segurança, entre outros e ainda possui maior durabilidade de uso.

 

A fragilidade e a facilidade de quebra quando não manuseado corretamente são seus únicos pontos negativos.

 

Na hora de escolher o acrílico, o vidro ou o policarbonato leve em consideração onde vai ser instalado e qual o desempenho que terá que ter. ao conversar com o cliente, explique as características de cada um deles e apresente a melhor solução para o caso.

Please reload

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

METTALLFLECK..png
METTALLFLECK..png

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

KING..png

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

ANTALUM..png

PUBLICIDADE

union.png

PUBLICIDADE

INOX PAR.png

PUBLICIDADE

ALIANCA ALUMINIOS[.png

Você também pode gostar de ler sobre:

Ascevi intermédia palestra na I Semana das Engenharias em Palhoça SC para 60 estudantes de Arquitetu...

12/09/2017

Empresas italianas mostram novidades da indústria vidreira durante a Glass South America

08/06/2016

Saiba por que você não pode perder a GLASS SOUTH AMERICA

03/06/2016

USP São Carlos desenvolve vidro que muda de cor e pode camuflar objetos

01/06/2016

Níveis de blindagem automotiva

25/05/2016

Governo sinaliza irregularidade em exportações de vidros automotivos

13/05/2016

Vidro Serigrafado: Instrumento elementar ou primordial?

11/05/2016

Você conhece o Vidro Low-e?

12/02/2016

1/1
Please reload