© 2019 Todos os Direitos reservados ao Jornal do Vidro. Produzido por Agência GUIAX

1/2

PUBLICIDADE

Ascevi oferta curso de vidraceiro a dependentes químicos atendidos por projeto voluntário

 

Recolocar cidadãos no mercado de trabalho e na sociedade. Este é o objetivo do curso “Vidro plano e as suas aplicações técnicas”, que foi oferecido gratuitamente pela Associação Catarinense das Empresas Vidreiras - Ascevi à 13 dependentes químicos acolhidos pelo projeto Restaurando Vidas, de Joinville (SC).

 

A capacitação teve duração de 16 horas, sendo metade de conteúdo teórico e metade de exercícios práticos, e foi ministrada por Cezar Luiz Frutuoso, que tem experiência de oito anos na área.

 

 

O professor definiu a experiência como “gratificante”. “Abordamos temas como informações gerais relacionadas ao vidro, processo de fabricação, os tipos que encontramos, os beneficiamentos que podem ser realizados. Além disso, eles puderam aprender na prática como se faz a instalação de porta, janela maxim-ar, box de canto e box frontal”, contou Frutuoso.

 

Os materiais utilizados pelos alunos nas aulas práticas foram doados por voluntários. As placas de vidros foram doadas pela Novo Milênio Vidros, de Araquari (SC), enquanto a Joinvidros, de Palhoça (SC), contribuiu disponibilizando as ferragens usadas nos exercícios.

 

 

“Foi uma ótima oportunidade. Pudemos saber mais sobre as utilidades do vidro, as medidas, cálculos e aplicações”, comemorou Paulo Roberto, um dos atendidos pelo projeto a participar do curso. “Eu já trabalhei como vendedor de box, mas nunca havia participado de um curso assim, achei muito proveitoso. Com certeza o curso irá me ajudar a conseguir uma recolocação no mercado de trabalho quando sair daqui”, afirmou o aluno. Ao término do curso, os participantes receberam um certificado oferecido pela Ascevi.

 

 

A capacitação foi uma iniciativa da parceria entre o projeto Restaurando Vidas e a Ascevi a partir de uma sugestão do pastor Edinaldo Evaristo do Nascimento, presidente do projeto, e levando em consideração o know-how do vice-presidente, Mário Borba, que atuou no ramo vidreiro por mais de 30 anos. “Estes homens atendidos são excluídos pela sociedade, então quando realizamos trabalhos como este eles se sentem valorizados. Muitos se emocionaram, ficaram com lágrimas nos olhos ao receber o certificado porque nunca haviam recebido um documento assim antes. Que este trabalho viabilizado pela Ascevi se torne exemplo para outras entidades e empresas, oferecendo oportunidades aos menos favorecidos”, declarou o vice-presidente do Restaurando Vidas.

 

Borba esteve no comendo das empresas Artemville e MJB Vidros, ambas localizadas em Joinville, e atualmente se dedica ao voluntariado em prol de recolocar dependentes químicos no convívio em comunidade.

 

 

Please reload

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

carreta do vidraceiro - jornal do vidro.

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

max fer.png

PUBLICIDADE

union.png
INOX PAR.png

1/4

Você também pode gostar de ler sobre:

Você conhece o Vidro Low-e?

13/01/2020

Ascevi intermédia palestra na I Semana das Engenharias em Palhoça SC para 60 estudantes de Arquitetu...

12/09/2017

Empresas italianas mostram novidades da indústria vidreira durante a Glass South America

08/06/2016

Saiba por que você não pode perder a GLASS SOUTH AMERICA

03/06/2016

USP São Carlos desenvolve vidro que muda de cor e pode camuflar objetos

01/06/2016

Níveis de blindagem automotiva

25/05/2016

Governo sinaliza irregularidade em exportações de vidros automotivos

13/05/2016

Vidro Serigrafado: Instrumento elementar ou primordial?

11/05/2016

1/1
Please reload