© 2019 Todos os Direitos reservados ao Jornal do Vidro. Produzido por Agência GUIAX

1/2

PUBLICIDADE

Empresa brasileira desenvolve mola de piso quase imperceptível

A Marix criou um produto inovador que pode ser usado em portas de madeira, alumínio e vidro.

 

 

Na última edição falamos de uma tecnologia desenvolvida fora do Brasil para facilitar o carregamento de placas de vidro. Nesta edição, decidimos privilegiar a tecnologia desenvolvida aqui mesmo, no nosso país. Para isso, fomos conversar com a fabricante de molas de piso pneumáticas, a empresa Marix Indústria e Comércio de Ferragens S/A.

 

As molas de piso mais populares até hoje funcionam a partir de um mecanismo hidráulico e tem o formato de uma caixa retangular com aproximadamente 30 cm de comprimento. São absolutamente eficientes e apresentam uma variedade de modelos, funcionalidades e capacidades de resistência ao peso da porta.

Porém, como tudo passa por um processo de evolução, o pessoal da Marix, depois de uma ampla pesquisa de mercado, identificou várias oportunidades para o lançamento de uma mola de piso pequena, resistente e fácil de instalar, exatamente as características que eles buscaram desenvolver na mola Marix, um exemplo de avanço tecnológico e inovação.

 

O principal diferencial tecnológico da mola de piso Marix está na escolha do princípio de funcionamento utilizado: o pneumático. É justamente essa tecnologia que permitiu a redução no tamanho da mola de piso. Enquanto as molas hidráulicas possuem um pistão que corre de maneira linear, exigindo que a mola seja comprida, na mola pneumática, o pistão corre de maneira espiral, ocupando um espaço cilíndrico de 3,8 cm de diâmetro.

 

Outro ponto positivo da tecnologia pneumática esta na menor possibilidade de precisar de reparos. Para o funcionamento das molas hidráulicas, há a necessidade da utilização de óleo, que pode causar vazamentos e exigir trocas e manutenções mais vezes do que uma mola pneumática, que não utiliza óleo e sim a pressão do ar para o acionamento da mola. Além disso, o atrito de componentes internos da mola pneumática é praticamente nulo, reduzindo o desgaste e mais uma vez diminuindo a necessidade de manutenções.

 

Esteticamente, a mola de piso Marix é mais discreta em função do tamanho, pesa apenas 285 gramas. Praticamente não aparece, como se não tivesse mola. Porém, mesmo sendo menor, ainda assim apresenta uma boa resistência, prova disso é que a empresa garante o produto por cinco anos, se instalado conforme as especificações técnicas, em portas de até 120 kg e com largura de até 1.20 m.

 

A instalação também é um ponto positivo, pois é descomplicada e quase sem produção de resíduos. Conforme o fabricante, o tempo gasto com a colocação de uma mola de piso Marix não passa de trinta minutos. Ainda, dispensa o uso de várias ferramentas, uma vez que, no processo de instalação utiliza-se somente furadeira, duas brocas e uma chave de fenda. Após as devidas medições, com a serra copo é feito o fosso de encaixe da mola, são feitos os furos para os quatro parafusos e instala-se a mola. A regulagem de fábrica prevê uma parada fixa da porta a cada 90º e um fechamento leve e suave.

 

Veja a seguir alguns vídeos da mola em funcionamento:

Desenvolvida no Brasil e inspirada na tecnologia automobilística, a mola de piso Marix já tem patente registrada nos Estados Unidos, na China e em Taiwan, fora os processos de registro em andamento em outros países. É fabricada aqui mesmo, mas, utiliza alguns componentes produzidos por uma empresa americana com planta em São Paulo.

 

Achou o produto interessante e quer saber mais sobre ele?

Acesse http://www.mmarix.com.br/

seção:

Please reload

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

METTALLFLECK..png
METTALLFLECK..png

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

KING..png

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

ANTALUM..png

PUBLICIDADE

union.png

PUBLICIDADE

INOX PAR.png

PUBLICIDADE

ALIANCA ALUMINIOS[.png

Você também pode gostar de ler sobre:

Ascevi intermédia palestra na I Semana das Engenharias em Palhoça SC para 60 estudantes de Arquitetu...

12/09/2017

Empresas italianas mostram novidades da indústria vidreira durante a Glass South America

08/06/2016

Saiba por que você não pode perder a GLASS SOUTH AMERICA

03/06/2016

USP São Carlos desenvolve vidro que muda de cor e pode camuflar objetos

01/06/2016

Níveis de blindagem automotiva

25/05/2016

Governo sinaliza irregularidade em exportações de vidros automotivos

13/05/2016

Vidro Serigrafado: Instrumento elementar ou primordial?

11/05/2016

Você conhece o Vidro Low-e?

12/02/2016

1/1
Please reload