© 2019 Todos os Direitos reservados ao Jornal do Vidro. Produzido por Agência GUIAX

1/2

Você sabia que o vidro é líquido?

Calma, não estamos malucos e nem aconselhamos que alguém tome um copo cheio de vidro só pra comprovar. Isso não vai dar certo mesmo!!! 

Deixando as piadinhas de lado e falando cientificamente, o vidro é sim como se fosse líquido. E a explicação está no fato de o vidro apresentar propriedades químicas parecidas com a dos líquidos. 

 

 

Mas, o que isso quer dizer? Nós explicamos:  para estudar todos os tipos de substâncias  químicas  existentes,  e o vidro é uma delas,  os cientistas criaram determinadas classificações, de acordo com as propriedades e características que as substâncias apresentam. Com o auxílio de microscópios potentes, tornou-se  possível  observar a   estrutura  atômica da matéria e olhar para   cada pedacinho,  mais  conhecidos como átomos, bem de pertinho. Ao  fazer  essa  observação  bem de perto, conseguiu-se perceber como que os pedacinhos das coisas observadas   estavam organizados.  E aí, chegou-se às seguintes  conclusões:

 

Quando uma substância é sólida e resistente, seus átomos estão organizados de maneira perfeita, por isso são chamadas de sólidos perfeitos. Como se fosse uma sala de aula cheia de alunos levando uma bronca da diretora por causa da bagunça. Todo mundo sentado na carteira, as carteiras enfileiradas, as fileiras iguais etc.

 

Quando uma substância é líquida seus pedacinhos estão totalmente desorganizados, bagunça geral mesmo! Como se fosse uma sala de aula em véspera de feriado, três ou quatro gatos pingados, sentados um aqui outro lá, sem muita organização. 

E é aí que está o segredo:  essas substâncias de estrutura desorganizada podem ser denominadas líquidas, vapores ou sólidos amorfos, que quer dizer sólidos sem forma. E adivinhe quem é um sólido amorfo? Ele mesmo, o vidro. Sua estrutura atômica, isto é, seus pedacinhos, estão desorganizados, igualzinho a estrutura atômica dos líquidos. Por isso, podemos dizer que, cientificamente, o vidro é líquido. 

 

Como o vidro se enquadra nessa categoria, podemos imaginar que é possível derramar um vidro, certo?! Parece que sim, porque as substâncias que possuem estrutura atômica irregular, como os líquidos e o vidro, apresentam uma propriedade denominada viscosidade, que nada mais é que a capacidade de resistir ao escoamento. Ou seja, quanto mais viscosa mais difícil de escorrer ou derramar. Segundo os cientistas, o vidro tem uma viscosidade altíssima, por isso, ainda que demore muito, ele também escorre, em temperatura ambiente, igual qualquer líquido. Uma prova disso seriam os vitrôs das catedrais antigas.  Alguns deles possuem a base mais larga que a parte superior, segundo algumas teorias, justamente porque o vidro escorreu com o passar do tempo. 

 

Então, isso quer dizer que daqui uns trezentos anos um copo de vidro atual terá mudado de formato porque o vidro irá escorrer? Quer saber a resposta sem precisar esperar três séculos? Clique aqui

seção:

Please reload

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ECG..png
ECG..png

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Sem título-2.png

PUBLICIDADE

BOLT INOX..png
BOLT INOX..png

PUBLICIDADE

carreta do vidraceiro - jornal do vidro.

PUBLICIDADE

NETOCOLOR.jpg

PUBLICIDADE

max fer.png

PUBLICIDADE

union.png
INOX PAR.png

Você também pode gostar de ler sobre:

Você conhece o Vidro Low-e?

13/01/2020

Ascevi intermédia palestra na I Semana das Engenharias em Palhoça SC para 60 estudantes de Arquitetu...

12/09/2017

Empresas italianas mostram novidades da indústria vidreira durante a Glass South America

08/06/2016

Saiba por que você não pode perder a GLASS SOUTH AMERICA

03/06/2016

USP São Carlos desenvolve vidro que muda de cor e pode camuflar objetos

01/06/2016

Níveis de blindagem automotiva

25/05/2016

Governo sinaliza irregularidade em exportações de vidros automotivos

13/05/2016

Vidro Serigrafado: Instrumento elementar ou primordial?

11/05/2016

1/1
Please reload